Presidente da OAB/AP instaura procedimento contra escritório que ofereceu 15 reais por serviço advocatício

22/05/2022

O presidente da OAB-AP, Auriney Brito, instaurou procedimento contra um escritório, que estaria oferecendo serviços advocatícios pelo valor de R$ 15 a advogados do Amapá.

Em um áudio já divulgado em redes sociais, a pessoa faz uma proposta para uma advogada e dois advogados de Macapá, em nome de um escritório fora do Estado. “Trabalhamos com várias demandas de diligências. Com cópias, protocolos, despachos.. e com diligências judiciais. No momento, o nosso cliente tá precisando que seja realizada uma de ir até o Fórum (que seria em Santana), pra procurar informações  sobre um veículo. E o valor que eu tenho autorizado pra ela é de quinze reais. Nós podemos fechar pelo valor Doutora?”, diz parte da gravação.

Após a denúncia formalizada pelos advogados amapaenses, a OAB-AP abriu investigação interna e foi localizado a empresa, que tem sede na cidade de  Guaçuí, no Estado do Espírito Santo.

Conforme o presidente, é repugnante este modus operandi na captação de causas e recrutamento de jovens advogados, que muitas vezes, aceitam valores aviltantes como neste caso. 

“Mais uma ofensa à dignidade da advocacia que será duramente combatida por nós. Informaremos a OAB Nacional, ao presidente Beto Simonetti e todos os presidentes de Seccionais do País para identificarmos e punirmos os autores de fatos como este, sejam eles advogados ou não”, acrescentou.

O presidente ressalta ainda que a advocacia tem uma tabela com piso ético para cumprimento, “que ao nosso ver, já está abaixo do que as advogadas e advogados do Amapá merecem, pelo elevado nível técnico dos profissionais e dificuldades naturais de atuação na região”, completou.

A tabela de honorários da OAB-AP 2022 está disponível AQUI

OAB-AP