OAB Paraná adere ao programa Anuidade Zero: saiba como participar

03/09/2020

Uma sessão solene realizada na sede da OAB Paraná nesta quinta-feira (2) com a presença do diretor-tesoureiro do Conselho Federal, José Augusto Araújo de Noronha, marcou a adesão da seccional ao programa Anuidade Zero. A iniciativa tem como premissa o sistema de cashback, onde os advogados cadastrados recebem um reembolso de parte do valor pago em produtos de lojas virtuais conveniadas com a OAB. O presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, foi o primeiro advogado paranaense a aderir ao programa.

Também participaram do evento a vice-presidente da seccional, Marilena Winter, o secretário-geral, Rodrigo Sánchez Rios, a secretária-geral adjunta, Christhyanne Bortolotto, o diretor tesoureiro, Henrique Gaede, o diretor de prerrogativa, Alexandre Salomão e o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná (CAA-PR), Fabiano Baracat.

O programa anuidade zero busca gerar benefícios aos advogados através do sistema de “cashback”, ou seja “dinheiro de volta”, possibilitando a utilização de pontos acumulados no programa, nas compras realizadas nas empresas parceiras, para o pagamento da anuidade do ano seguinte da OAB.
“Como diretor tesoureiro do Conselho Federal, participo do Conselho Gestor do PAZ, Programa Anuidade Zero, e temos trabalhado para ajudar os advogados e advogadas a conquistarem benefícios significativos como esse. O êxito do projeto, que começou na gestão do então presidente seccional da OAB Pernambuco e hoje Conselheiro Federal, Ronnie Preuss Duarte, indica que haverá o mesmo sucesso aqui no Paraná e no restante do Brasil”,  explica Noronha. “Com o apoio da Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná, temos a certeza de que a adesão de novas empresas parceiras será o grande diferencial. Esperamos alcançar até o fim do próximo ano a marca de 20.000 inscritos no Estado”, observa o diretor tesoureiro do Conselho Federal.

Como participar?

O programa Anuidade Zero funciona de maneira semelhante a um serviço de pagamento com bonificação. Por meio de uma série de parcerias firmadas com estabelecimentos comerciais eletrônicos para a aquisição de produtos e serviços pelos advogados inscritos regularmente na seccional, o valor gasto nesses locais é convertido em pontos, que poderão ser abatidos no valor da anuidade do ano seguinte. Caso a pontuação ultrapasse o necessário para zerar a anuidade, é possível solicitar o cashback desde que atendidos os requisitos do programa.

Diante do sucesso da iniciativa em outros estados e da necessidade de apresentar ferramentas práticas para que os advogados enfrentem os percalços econômicos que o momento exige, o programa Anuidade Zero foi ampliado para todo o país. A OAB vem negociando nacionalmente com grandes fornecedores, reduzindo os custos administrativos e maximizando os valores acumulados em pontos para abatimento da anuidade.

Em abril, a OAB  assinou  um contrato de assessoria e auditoria com a empresa Deloitte, para a implementação do projeto.  “A participação da Deloitte é um ponto fundamental para o início do Anuidade Zero, um programa que vai beneficiar toda a advocacia. Com essa consultoria e a auditoria temos a segurança de um programa seguro e viável, capaz de gerar muitos benefícios aos advogados e advogadas”, explicou  Noronha.