Publicado em: 11.01.2021

Janeiro Branco: campanha conscientiza sobre saúde mental

O primeiro mês do ano é dedicado à campanha Janeiro Branco, de forma a conscientizar as pessoas sobre a importância de cuidar da sua saúde mental.

Para isso, a Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná (CAA/PR) irá subsidiar os custos de sessão de orientação psicológica e de uma sessão de avaliação psicológica para os advogados e seus dependentes estatutários.

A sessão de avaliação deverá ser feita até 31 de janeiro e a de orientação, até dia 19 de fevereiro.

Após fazer o agendamento, o advogado deverá entrar em contato com a OAB-Londrina pelo telefone (43) 3374-8300 para autorização prévia. As consultas serão feitas pelos profissionais do Núcleo Evoluir – fone (43) 3324-4741.

Os profissionais que poderão atender os advogados, advogadas e seus dependentes estatutários são:

·    ·   Amanda Cristina Rodrigues Ongaratto- CRP 08/30257

Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos.

·         Amanda Lattermann de Lima- CRP 08/26918

 Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos.

·         André Luiz- CRP 08/30867

Atendimentos para adolescentes e adultos. 

·         Cibely Francine Pacifico- 08/17607

Atendimentos para crianças, adolescentes, adultos, casais (depressão, ansiedade, stress etc.) orientação profissional (vocacional), orientação para pais e famílias. 

·         Claudia Razente Cantero- CRP- 08/16104

Atendimento para adolescentes, adultos casais, orientação profissional (vocacional), orientação para pais e famílias. 

·         Gisele de Souza Teixeira- CRM 30716 RQE:20689

Atendimento e avaliação psiquiátrica

·         Isabella Plaisant Canezim- CRP 08/30172

Atendimento para crianças, adolescentes, adultos e casais. Laudo psicológico, acompanhamento terapêutico para crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem. 

·         Jaciara Michelle Gaspar- CRP 08/28341

Atendimentos para adolescentes e adultos. 

·         Jessica Oliveira Mendes Silva- CRP- 08/30850

Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos. 

·         Juliana Galano Peralta- CRP 08/11690

Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos. 

·         Karla Gabriella das Neves Gomes- CRP 08/28490

Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos. 

·         Lilian Furlan de Melo- CRP 08/28301

Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos e casais

·         Luciane Aparecida Ignácio e Silva- CRP 08/24858        

Atendimentos para adolescentes e adultos e casais 

·         Mariana Caldeira Hugo- CRP 08/18065

Atendimentos para adolescentes adultos e casais 

·         Paola Sborgi Lovo – CRP 08/22669

Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos 

·         Paula Renata Cordeiro de Lima – CRP 08/17354

Atendimentos para crianças, adolescentes e adultos e casais. 

·         Paulo Guerra Soares-CRP- 08/1392

Atendimento para adultos e casais 

·         Priscila Sakuma- CRP 08/16112

Atendimento para crianças, adolescentes, adultos e casais 

·         Sara Lopes Alves Gama- CRP 08/16658

Atendimento para adolescentes e adultos

·         Séphora Cloé Rezende Cordeiro- CRP 08/13199

Atendimento para adultos e casais

Confira os cinco objetivos do Janeiro Branco:

1. Tornar o mês de janeiro um marco temporal estratégico para que as pessoas e as instituições sociais do mundo reflitam, debatam, conheçam, planejem e efetivem ações em prol da Saúde Mental e do combate ao adoecimento emocional dos indivíduos e das próprias instituições;

2. Chamar a atenção do mundo para os temas envolvendo a Saúde Mental e a Saúde Emocional;

3. Aproveitar a simbologia do início do ano para incentivar as pessoas a pensarem e trazerem a Saúde Mental e Emocional para as suas vidas, seus relacionamentos e suas atitudes;

4. Chamar a atenção das mídias e das instituições sociais, públicas e privadas para a importância da promoção da Saúde Mental e do Combate ao adoecimento emocional dos indivíduos;

5. Contribuir, decisivamente, para a construção, o favorecimento e a disseminação de uma “cultura da Saúde Mental” que favoreça, estimule e garanta a efetiva elaboração de políticas públicas em benefício da Saúde Mental dos indivíduos e das instituições.

Fonte: OAB-Londrina
Recomendar este Artigo por email